Disappear

E se A sua voz Sua agradável voz Não mexer mais comigo? E se Os seus cachos Seus maravilhosos cachos Não me tirarem mais Do sério? E se O seu perfume Seu doce perfume Não me enlouquecer Mais? E se A sua dança E o seu rebolado Não fazerem mais Nenhum sentido? E se Espere!... Continuar Lendo →

Flagelado Proletário

Trabalho! Por hoje não penso, Apenas trabalho! Produzindo histórias, Escrevendo enredos, Desenvolvendo games, Expandindo neuros, elos, Ocupando minha frágil mente. Trabalho! Por hoje não penso, Apenas trabalho! Subindo e descendo, Ligando e desligando, Apagando e acendendo, Deletando e reescrevendo. Zangado com o destino, Embriagando as memórias. Mergulhado em compromissos, Abrindo mão da trajetória. Trabalho! Por... Continuar Lendo →

Charlie tinha razão

Tão certo quanto a falha, Quanto a amarga falha da previsão do tempo. Tão fracassadas foram as palavras dela, Compactadas num término, sem razão ou sentimentos.   Mas eu conheço a semente que planto, E no coração dela irei semear; Charlie Brown estava certo! Um dia ela vai voltar.   Tão certo que por vezes,... Continuar Lendo →

The last letter

  Olá. Não foi fácil voltar a lhe escrever, então peço que apenas leia essa carta quando de fato estiver com tempo disponível para ela. Mas... caso tenha concluído que as minhas palavras não possuem mais relevância, por favor, não perca seu tempo! Lance tudo ao fogo, na primeira chance que vier. De qualquer modo, precisarei... Continuar Lendo →

Dia dos namorados

    Esqueça as desculpas pessimistas de que tudo isso não passa de uma data comercial. Comerciais podem ser feitos com qualquer coisa, até com simples aniversários. Dê três informações sobre sua vida, uma bela quantia em dinheiro e uma revista de horóscopos ao dono da casa de telemensagens e lhe garanto que haverá um... Continuar Lendo →

O depoimento de um ex ególatra

  Eu achei que meu amor era perfeito. Não por hipérbole, não por arrogância,  mas por não dar conta do que estava andando no meu peito. "Isso é grande demais pra ser meu", achava. Afinal, nunca alimentei expectativas e nem mesmo trabalhei com sentimentos. Mesmo assim, o amor surgiu! Lindo, impactante e de lugar nenhum.... Continuar Lendo →

O Erudito e a Heroína

Certa feita, refletiu o rapaz: como se convence um coração calejado de estar errado de que talvez, por sorte, quem sabe, essa não seja sua verdadeira natureza? De que talvez a felicidade não esteja resumida a relações perigosas e devaneios constantes? De que ela pode ser mais que isso; pode ser a essência capaz de... Continuar Lendo →

Conservando o que deveria esquecer

Pecado é provocar desejo e depois renunciar - Música: Soul Parsifal, Legião Urbana   07 de dezembro de 1998 – Cascavel, Paraná; Brasil. Hélio sabia que se não fizesse muita coisa acabaria perdendo a mulher amada. Ou melhor, a garota amada. Patrícia ainda é nova, tem apenas 18 anos. Ele, já com 26, tinha noção... Continuar Lendo →

Escreva um blog: WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: