No busão das oito

Já que a causa da minha Inspiração É justamente a sua falta Aqui Eu torço muito para que Um dia A abundância da sua Presença Seja a razão dos meus Poemas E que as antigas poesias Tristes Se transformem em canções Alegres E que todos os meus contos Irracionais Se tornem crônicas de profunda Paixão... Continuar Lendo →

0800

Um homem não precisa Se acabar em lágrimas Para chorar Não! No pior dos choros Não há lágrimas Chora-se por dentro Dói mil vezes mais, pois Enquanto o choro externo alivia O interno corrói Enquanto o choro externo Não trás consequências O interno destrói Um celular a prova d'água Não acarreta danos quando molhado Mas... Continuar Lendo →

Pra cá das memórias, pra lá de você

Hoje eu voltei a sonhar com você e, pela primeira vez, ficamos juntos. Foi complicado, não nego; até nos confins do meu subconsciente, você é difícil de se conquistar. Mas eu consegui, depois de muito papear e muito demonstrar que valia a pena. Quando ganhei seu primeiro beijo, tive uma sensação única. Sensação da qual,... Continuar Lendo →

Coração Templário

  Abril – 1310 Reims, França Olá, minha querida. Escrevo-te esta carta com o propósito de deixar manifesto tudo aquilo que suas suspeitas já sussurravam; sinto lhe dizer, mas estou indo embora. A mudança de vida também deixa sequelas. Sei que percebestes isso. Acredito que tenha ficado evidente no vazio do meu olhar, no universo... Continuar Lendo →

Diário de bordo #2

    Algumas noites a viagem vai além de sentar e observar as placas e luzes ao redor volante. Há madrugadas em que todo processo de condução mergulha na vibe das rodovias, amarrado em suas poderosas teias. Os efeitos são mais fortes nas mentes daqueles que partilham do velho defeito de pensar demais. A nostalgia... Continuar Lendo →

Escreva um blog: WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: