A letra depois do Z

Ei! Eu li sua última carta e ainda me surpreende o modo como me conheces tão bem; "Você é dissimulado, porém eu vejo o homem por trás desse olhar vazio. As dores, os conflitos, os problemas, as brigas, as quedas e os traumas da vida, te forçaram a modelar camadas e mais camadas de personalidades... Continuar Lendo →

A lei da vida – Registro histórico

8 de junho de 2015 Eu sempre procurei uma fórmula, uma passagem mágica, ou um caminho escondido que me levasse para onde eu queria... Com o passar do tempo eu descobri que estas opções não existiam, mas continuei insistindo, pois, esta esperança era tudo o que eu tinha. Eu acreditei que eu poderia fazer uma... Continuar Lendo →

Sombra mate

Ela escreveu inúmeras cartas, mas fez de todas  bolinhas de papel. A última, em fim, aparentava ter saído razoavelmente bem. Enquanto a lia, distraíu-se um pouco e olhando para o lado, viu que o gatinho brincava alegremente com os papéis amassados. Constatou e disse tristemente em sua mente: "Até os gatos brincam com os meus... Continuar Lendo →

Cartas para Benjamim

Um corredor estreito levava para sala, foi ali que ela se apresentou e serviu aqueles deliciosos biscoitinhos de canela. Ela mesma serviu e preparou o chá para a sua própria visita. Foi ela quem podou as plantas, quem também percebeu o cheiro forte que vinha da Serpentina. Sua avó era parteira, pelo seu umbigo calculou... Continuar Lendo →

O último inverno dele

  A neblina cobre tudo, é tão espessa que acho que posso senti-la, enquanto isso, os seus olhos se dissolvem no tempo, e quase não consigo me lembrar deles. Parece que foi ontem, como sempre, o tempo passa rápido demais... O verde musgo cobre tudo, não é possível diferenciar as árvores que nasceram, talvez, onde... Continuar Lendo →

Escreva um blog: WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: