Venenosa

Eu compus, poetizei, filosofei, mas falhei. Falhei, reclamei e gaguejei. Gaguejei até ela se vestir, chorar, sair. Então falhei, gaguejei, reclamei e a perdi. Todos sabem que tentei, Tentei aquietar o jeito dela, Meio efusiva, Meio menina, Meio noturna, Meio perdida. Só não dei conta, Inferno! Ninguém dá conta. Ela não faz o tipo que... Continuar Lendo →

Escreva um blog: WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: