Sobrevivências

Oi, Chove. Talvez já tenha percebido que sempre que lhe escrevo a chuva me é companheira. Tenho feito o tipo que se usa da escrita sempre que as coisas vão mal. Hoje não é diferente. Sinto desapontar. Sabe quando você tem certeza de que alguma coisa não é pra você e mesmo assim você insiste... Continuar Lendo →

Correspondência in-completa

XXXXX, XX XX XXXX Escrevo agora, pouco mais das duas da manhã. O sono se foi. Poucas novidades. Dias têm sido repetitivos. Quase nada acontece e o que acontece pouco tem relevância. Ando ficando sem assunto. Tenho lido pouco. Conversado pouco. Ando mesmo ficando sem assunto. Escrevo-te esta carta a lápis. Há muito não tinha... Continuar Lendo →

Correspondência

Querida C., Não escrevi antes porque estava atolada nos trabalhos. Sem tempo para nada. Me desculpe. Agora as coisas estão mais tranquilas. Semana que vem entro de férias. Não vejo a hora de descansar um pouco. A vida tem estado um turbilhão. Tenho estado tão cansada.  Não programei viagem nenhuma. Minhas economias voaram, preciso me reorganizar... Continuar Lendo →

Missiva

xxxxx, xx Minha vida anda desajustada. Sabe aqueles relógios que você ajusta a hora num instante e no outro ele já tá marcando a hora errada de novo? É um pouco assim que me sinto. Nenhum dos meus relógios quebrados teve conserto definitivo. Sempre os joguei fora. Há pessoas que colecionam relógios quebrados. Pergunto-me por... Continuar Lendo →

Escreva um blog: WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: