estreito

As relações estão tão estreitas que mal enxergo o outro lado do corredor. As luzes estão fracas e meu sentimentalismo exacerbado explode grandes montanhas cheias de vento. Vivo sem janelas no quarto, meus pulmões crus respiram incenso e cigarro. Possuo medos quase temporários, visitas planejadas, músicas repetidas e etc. O sol se levanta e não... Continuar Lendo →

piso frio do meu peito

andando descalça no piso frio do meu peito, tiro as roupas, estico-me em frente ao espelho. danço achando que tenho jeito, viro pros lados, estremeço, finjo que não existe mais nada. questiono-me quem sou mesmo que viva apenas o instante, dói não saber dizer nada… se sou pedaços do agora ou do passado, não entendo os... Continuar Lendo →

efusão

  A confusão borbulha em meu peito Em efusão — queima, Quanto mais me movimento, Mais se espalha este amargo efervescente. Decidi então, sentar e pensar… Nunca estive tão aprofundada em subjetividade Esfriando o peito a sopros Acalmando o incêndio E obtendo sucesso. Finalmente estou sabendo Viver dentro de mim.

Escreva um blog: WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: