Posts de Brenda Duarte Dorneles

"Eu me divido em pedaços, às vezes parece que a inspiração mora mais nos passos do que na caneta. Não tenho pressa de entender meu processo, as coisas andam sempre tortas e eu nem sempre acho as palavras certas. Tem vezes que as palavras não cabem em momentos. O silêncio que esfria outrora se mostra quente a ponto de me abraçar durante a noite. Complicada essa coisa de querer ser escritora e querer ser pessoa ao mesmo tempo." Brenda, 20 anos, mulher lésbica, poetisa e acadêmica de Letras.

estreito

As relações estão tão estreitas que mal enxergo o outro lado do corredor. As luzes estão fracas e meu sentimentalismo …

piso frio do meu peito

andando descalça no piso frio do meu peito, tiro as roupas, estico-me em frente ao espelho. danço achando que tenho …

desmanchar

sinto-me inspirada pelo amor que vivo o pôr do sol em essência as ruas excêntricas o sol nascendo em timidez …

efusão

  A confusão borbulha em meu peito Em efusão — queima, Quanto mais me movimento, Mais se espalha este amargo efervescente. Decidi …

espaço

Os sentimentos intensos que diariamente perpassam meu corpo a mente insone em cores fortes vibrantes rápidas destemidas. Elas vem e …

wind

Tempestades em copo d’agua já foram meu forte mas não mais não mais. Agora tenho gosto apenas pela tempestade sem …