2010

Éramos três e o tempo não pretendia passarSentados na escada, de mãos dadas, falando do passado, pensando no futuroE inquieto eu te pedi um beijo com aDesculpa de que éramos eternos amigos, logopor que não brincarmos só naquela bela noite?Você não só acatou, como me beijoutocando meus lábios de um jeito doceCom a química que... Continuar Lendo →

Notas que fazem a vida caber em um papel

As poesias são espelhos ou meras frases soltas? E meu olhar fixo no reflexo, as vezes versos na mão, Um borrão que corta o vidro do espelho. E sendo espelho vê-se maior ou menor? Geralmente grande, exageros, jamais mentiras, Imagem refletida das tramas do coração. E nessa vida transcrita, são poucas palavras fingidas, As vezes... Continuar Lendo →

Preterit

Não é esquisitice da minha parte Assim te juro, assim prometo Chamo de previsibilidade mas, às vezes minto por tédio às vezes escondo por medo. Você desdenha dos meus gostos eu acho uma atitude infantil tenciona minha mente, meu corpo adjetivos e verbos libidinosos sujeito oculto, vazio, pueril. Mas não é esquisitice minha declaradamente evito... Continuar Lendo →

Escreva um blog: WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: